Seguir

Trans, cis, não-binário... O que são esses nomes?

A sexualidade é um tema muito amplo, portanto, é importante lembrar que cada pessoa tem suas particularidades. Às vezes, pode parecer difícil entender com tantos termos diferentes, mas viemos aqui para ajudar a esclarecer algumas questões de identidade de gênero e orientação sexual.

 

Identidade de gênero:

Antes de entender como funciona a atração entre seres, precisamos conhecer os gêneros. A identidade de gênero refere-se a como cada pessoa se reconhece e se identifica ao mundo. Os gêneros contemplam a masculinidade e feminilidade, portanto, alguns gêneros são binários e outros não-binários. Os gêneros binários têm a predominância do masculino ou feminino, já os não-binários transitam entre o masculino e feminino.

- Cisgênero: indivíduo que se identifica com o seu gênero de nascença. 

- Transgênero: indivíduo que se identifica com um gênero diferente daquele que foi designado ao nascer.

- Não-binário: caracteriza mistura entre masculino e feminino ou total indiferença entre ambos.

 

Outras variações de gênero que precisam ser contempladas:

- Travesti: Esse termo infelizmente é utilizado de forma pejorativa para referir-se a pessoas transexuais, mas para algumas pessoas militantes da comunidade LGBT+ acaba sendo símbolo de resistência e manifestação política.

- Cross-dresser: indivíduo que utiliza roupas ou objetos característicos do gênero oposto. Essa definição pode estar ligada ao sexo ou não. Vivenciar a experiência do parceiro ou da parceira é considerado normal e uma ampliação do universo emocional por casais que praticam cross-dressing, por exemplo.

- Drag Queen: indivíduo que cria e interpreta um personagem do gênero oposto para realizar apresentações artísticas. 

 

Orientação sexual:

Agora que entendemos como funciona a identidade de gênero, precisamos falar sobre orientação sexual.

Podemos começar explicando que não existe opção sexual, pois não se trata de uma escolha. A orientação sexual refere-se a atração emocional, afetiva ou sexual por indivíduos de gênero diferente, do mesmo gênero ou de mais de um gênero, assim como ter relações íntimas e sexuais com essas pessoas.

Existem alguns termos que definem a orientação sexual dos seres:

- Heterossexualidade: atração amorosa, física e afetiva por pessoas de gênero oposto.

- Homossexualidade: atração amorosa, física e afetiva por pessoas de mesmo gênero.

- Bissexualidade: atração amorosa, física e afetiva por mais de um gênero binário.

- Pansexualidade: atração amorosa, física e afetiva por pessoas de todos os gêneros.

- Assexualidade: falta de atração sexual por qualquer gênero.

 

Orientação sexual também é diferente de comportamento sexual. Uma pessoa pode ter uma orientação sexual homossexual, mas ter um comportamento sexual heterossexual, por medo de se assumir gay ou diversos outros fatores culturais e sociais, por exemplo.

 

Outras siglas e definições que precisamos conhecer:

LGBT+: Sigla utilizada para determinar questões relacionadas à Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais.

 

Ainda que possa parecer complicado, classificar pessoas e encaixa-las em um padrão não é a melhor opção. Conforme dito anteriormente, pessoas são únicas e a diversidade é muito grande. Às vezes, basta perguntar qual artigo/pronome (a, o, ele, ela) deve ser usado para se referir àquela pessoa e a comunicação flui de forma natural.

Respeitar a diversidade é o caminho para um mundo melhor e sem preconceitos.

 

Quer entender mais sobre estas e outras questões de diversidade? Acesse o site da ABGLT: abglt.org.br

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 16 de 17
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Artigo fechado para comentários.